Medicina Integrativa e estilo de vida

Medicina Integrativa é a prática da medicina que realça a  importância da relação entre o paciente e o profissional de saúde. Ela é focada no paciente com um todo todo, informada por evidências e faz uso de todas as abordagens terapêuticas adequadas (terapias complementares quando necessário), com profissionais de saúde e disciplinas para obter o melhor da saúde e cura.

 

A medicina integrativa propõe uma parceria do médico e seu paciente para a manutenção da saúde. Ela tem por característica posicionar o paciente no papel central no processo de tratamento ou prevenção, como seu próprio agente de saúde. O paciente deixa de receber passivamente o tratamento para uma doença e passa a participar ativamente da própria saúde. A saúde é também uma responsabilidade individual.

 

Nesta parceria a medicina integrativa reúne profissionais de diversas áreas e formações, defendendo que a interdisciplinaridade é essencial para cuidar da pessoa. Associada ao tratamento da medicina convencional faz uso dos conhecimentos das medicinas tradicionais, como Ayurveda, práticas meditativas, técnicas de respiração, relaxamento, atenção plena, uso de fitoterápicos, sempre baseados em evidências em relação à segurança e eficácia com comprovação científica e todos os cuidados que devem ser tomados.

 

Adaptado de www.einstein.br

 

Em 1993 foi publicado pela primeira vez no The New England Journal of Medicine- uma das principais revistas de medicina do mundo, um artigo falando sobre a Medicina Alternativa onde dizia que 1 em cada 03 americanos estava utilizando alguma terapia não convencional. E devido ao interesse de um número consideravel de medicos, no início dos anos 90, o Congresso Americano fundou então o primeiro escritório de Medicina alternative dentro do Instituto Nacional de Saúde o NIH.  

Após 07 anos, surgiu o Centro Nacional de Medicina Complementar e Alternativa- NCCAM.Atualmente, existem grandes centros educativos que ensinam e praticam essa medicina chamada hoje de Medicina Integrativa, incluindo no Brasil.

Com o avanço da Medicina e de suas especialidades, surge a Medicina do Estilo de Vida. E o que é essa abordagem? Compartilho abaixo a descrição do Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo de vida. 

É uma abordagem científica interdisciplinar que prioriza o uso terapêutico do estilo de vida e envolve apoio na mudança de hábitos para consumir alimentos predominantemente integrais em dieta à base de plantas, manter atividade física regular, cuidar da qualidade do sono, saber estratégias para manejo do estresse, cultivar relacionamentos saudáveis, cessar uso do tabaco e drogas, prevenir abuso de álcool, além de outras modalidades não medicamentosas, para prevenir, tratar e, mais importante, reverter as doenças crônicas relacionadas ao estilo de vida que estão cada vez mais prevalentes.

E essa é a minha verdadeira prática!